Últimos assuntos
» [Jogo] — Retrato
Sab Out 13, 2018 4:44 pm por Yuko

» [Jogo] — Aleatórizador
Sab Out 13, 2018 4:29 pm por Yuko

» Bom Dia, Tarde e Noite.
Sex Set 07, 2018 2:19 pm por Janna

» Exploração — Yoshino & Haley
Sab Ago 18, 2018 7:34 pm por Mathito

» Cap. IV — And the seas are frozen in time...
Sex Ago 17, 2018 11:20 pm por Sammy

» Dados — Yuki Asahina
Qua Ago 15, 2018 11:01 pm por Dados

» Descrição — Exploration Center
Qua Ago 15, 2018 5:48 pm por Apollo

» #6 - Dobradores de Areia
Seg Ago 13, 2018 10:36 pm por Mathito

» [Sugestão] Pontuação Contest Hall
Seg Ago 13, 2018 10:28 pm por Mathito


#6 - Dobradores de Areia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

#6 - Dobradores de Areia

Mensagem por Mathito em Qui Ago 02, 2018 2:04 pm


#6 – Dobradores de Areia

Realizando o sorteio...






Última edição por Mathito em Sab Ago 04, 2018 9:28 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 80

Perfomer
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #6 - Dobradores de Areia

Mensagem por Mathito em Sab Ago 04, 2018 9:27 pm


Vs. Cacnea

9 p.m. - Verão (deserto à noite)

O voo de Monsoon durou eternas horas até finalmente pousar em Geonite. Tentei dormir, mas as paisagens de toda Aurille em escala minúscula - vista de cima - me dava esperança e alimentava meus sonhos, assim, de olhos abertos.

Logo que desembarquei, peguei minhas coisas e fui procurar um hotel. A cidade não era tão tecnológica quanto as outras em que já estive. Para um lugar que se orgulhava de possuir tantas riquezas, sua arquitetura me parecia arcaica. E para melhorar, o sinal da internet não era dos melhores. Estava escuro e eu não sabia onde ficava o Centro Pokémon mais próximo. Havia um grupo de garotos mais à frente, sentados numa esquina. Atravessei a rua e me dirigi a eles:

- Licença, alguém saberia me informar se tem algum hostel aqui por perto?

Eles, que antes riam alto e falavam besteiras, pararam para me ouvir. Aqueles olhares me intimidaram um pouco. Pude perceber que eles bebiam e estavam com cigarros, mesmo aparentando serem menores de idade. Alguns começaram a levantar, após se entreolhar e dar algumas risadinhas. Devagar, dei um passo para trás, percebendo a maldade naqueles olhares. Antes que eu pudesse correr ou gritar por ajuda, eles me cercaram e dois me seguraram pelos braços, tapando minha boca. Mordi um e chutei o pé de outro. Os meninos que ainda se aproximava riam, como se isso fosse uma brincadeira. Tentei me livrar e correr, mas me apertaram o braço e seguraram meu cabelo, me fazendo chorar. Não era possível que ninguém passaria por ali, pensava. Isto é, antes de ser arrastada para um canto ainda mais escuro naquela noite. Minha pernas relutavam em concordar para onde me levavam. Eu só queria informação...

- Escuta aqui, boneca - dizia um alto me apertando as bochechas do rosto - eu só vou falar uma vez...

Mal conseguia ficar com os olhos abertos quando um faixo de luz surgiu entre nós e ventos gelados varreram todos os moloques para longe de mim. Bulma se materializava diante de mim e rugia para aqueles que insistiam em me amedrontar. Ainda tinha um me segurando por trás. Tratei de dar-lhe uma cotovelada e me afastei dele. Por azar, minha bolsa caiu no chão. Antes que eu pudesse pegá-la para fugir, o rapaz foi mais veloz e correu com meus pertences para longe dali.

- Vamos! - chamava pela Vulpix, como se estivesse novamente no controle da situação.

Corria para fora daquele canto e procurava o ladrão. Encontrei-o tentando fugir para o deserto. Vulpix já estava logo atrás de mim nessa perseguição. Meu medo se transformava em raiva numa fração de segundos. Estava determinada a descontar toda minha energia naquele garoto com minhas próprias mãos.

Não percebi em que momento deixou de ser Geonite e passou a ser deserto. Apesar notei que havia mais areia que o normal no meu sapato. O ar seco, mesmo no frio da noite, me tirava o fôlego depressa naquela corrida atrás do moleque que roubara minhas coisas. Pensei ter perdido ele de vista. Pedi para Vulpix tentar farejar minha mochila quando ouvi alguém gritar e vir em nossa direção. Saí da frente. Era aquele garoto. Já ia correr atrás dele novamente quando Bulma me chamou atenção. Ele não estava com minha mochila. A albina apontava para o outro lado, na direção de uma vegetação verde escura. Ele provavelmente caiu naqueles cactus, pois nos "braços" de um deles estava lá minha bolsa. Irritada, fui tentar pegar e mais uma vez fui avisada para não chegar perto, pela Vulpix. Só então percebi que aquele cacto que portava minhas coisas tinham olhos e estava preparado para e atacar.

- JÁ NÃO BASTA DE HUMILHAÇÃO POR HOJE? - explodi.

O Pokémon cacto não curtiu muito meu desabafo pro universo e tentou nos afugentar levantando areia. Abracei Bulma e fechei meus olhos. Pena que não podia proteger meu cabelo dos grãos. Pensava no quão desgraçado seria a hora de pentear.

- Já chega! Bulma contra ataque com Icy Wind e deixe ela confusa (Confuse Ray).

Aquela areia na nossa cara logo se esvaia ao sopro gélido da albina em resposta. Procurava informações sobre aquele Pokémon e via que estava diante de um Cacnea. Ele recebia os danos dobrados por conta da desvantagem sobre o tipo gelo, mas revidava com um movimento furtivo que conhecíamos bem. Seu Payback atingia Bulma como um golpe de direita de um lutador de MMA. Mesmo assim, minha lupina se erguia e lutava. Algumas luzes a circundaram e eram lançadas sobre o gramíneo do deserto e logo o deixavam em situação de confusão.

- Aproveite e termine com Ice Shard!

Coitado do Cacnea. Pagou um preço de um ranço que não era dele.

Bulma concentrou suas forças e projetou os espetos de gelo que caíram sobre o deserto, cortando o ar com agressividade até que atingissem o espinhoso, que não aguentou os golpes, desmaiando em seguida.

Devagar, fui até ele e recuperei meus pertences, mas não consegui ter forças para sair dali. Me sentei naquela duna e fiquei olhando para Bulma com os olhos marejados, com medo de voltar para a cidade.

- Você sabe que é minha melhor amiga nesse mundo todo, né? - ela, solicita, veio a mim, preocupada e deitou no meu colo - Também te amo. Obrigada por cuidar de mim.




avatar
Mensagens : 80

Perfomer
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #6 - Dobradores de Areia

Mensagem por Sammy em Dom Ago 05, 2018 12:51 pm

Avaliação
Yay! Vou te avaliar e espero que você goste :3

Uma história com um bom enredo. No entanto, o começo para o meio e do meio para o fim deixaram as coisas bastante corridas. Os eventos da sua aventura aconteceram sem mais nem menos, talvez com um pouco mais de detalhes eles se ligassem de alguma forma.

Mas ainda sim, foi uma aventura original que contagia bastante, só precisa ser um pouco mais trabalhada.

Enredo: 4
Escrita: 5
Total: 9

Muito Bom


Bulma
Vulpix adquiriu 2 Níveis indo do Nível 19 ao Nível 21.
avatar
Feminino
Mensagens : 496

Admin
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #6 - Dobradores de Areia

Mensagem por Mathito em Seg Ago 13, 2018 10:36 pm

ROTA FINALIZADA
avatar
Mensagens : 80

Perfomer
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: #6 - Dobradores de Areia

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum