Últimos assuntos
» [Dados] Licht
Sex Fev 22, 2019 8:08 pm por Dados

» [Cap.14] — Pinky Soul
Sex Jan 25, 2019 10:58 pm por Sammy

» [Dados] Logan Smith
Qua Jan 23, 2019 10:50 pm por Logan Smith

» [Ch.II] A Perseguição
Qua Jan 23, 2019 7:27 pm por Aegir

» [Box] Logan Smith
Qua Jan 23, 2019 6:21 pm por Logan Smith

» [M&T] Logan Smith
Qua Jan 23, 2019 6:01 pm por Logan Smith

» Utilidade — Reset
Qua Jan 23, 2019 2:15 pm por Z

» Dados — Victoria Montblanc
Qua Jan 23, 2019 11:58 am por Z

» Ficha Logan Smith
Qua Jan 23, 2019 11:05 am por Dados


VI - Route 32

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

VI - Route 32

Mensagem por Apollo em Dom Jul 15, 2018 1:32 am



Apollo Constanze
Com o encerramento do evento na cidade de Riviera Monsoon, senti-me na necessidade de me retirar da cidade que já não tinha mais nada para me oferecer. Meu objetivo agora era chegar o mais rápido possível no Dawn Resort, aonde eu iria utilizar a travessia marítima para chegar o mais rápido possível na Spectre Town, aonde eu enfrentaria Morty em minha segunda batalha pela insignia.

Eu já estava de saco cheio de praias e planejava ficar longe por um tempo desse cenário litorâneo caótico, então optei por seguir caminho pela floresta que residia ali na rota trinta e dois. Sendo sincero, eu não tinha planos alguns de efetuar capturas naquele lugar, eu estava me preocupando mais em treinar Aquarius, seja com treinadores ou com selvagens. Eu ponderava o que a rota trinta e dois preparava para mim.

Route 32 | Verão | 12:20

Apollo
Masculino
Mensagens : 524

http://aurille.forumeiros.com
Admin
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI - Route 32

Mensagem por Apollo em Seg Dez 10, 2018 2:04 pm



Apollo Constanze

Nossa... Quanto tempo eu estava vagando por ali, naquela floresta? Eu nem sabia mais, sinceramente, mas parecia que eu havia ficado preso por ali fazia anos. A estação havia mudado e eu nem havia percebido, mas aos poucos o clima havia ficado mais gélido e pequenos flocos de neve começavam a descer do vasto céu azul e preencher o verde das árvores com um branco sereno.

A minha sorte era que eu havia trazido uma par de roupas de frio, então apressei-me para me vestir com as toneladas de roupa para que pudesse me esquentar. Não demorou muito para que toda a rota fosse coberta por uma camada fina de neve, tornando a caminhada um pouco mais complicada e até mesmo escorregadia.  

Com a chegada de uma nova estação eu sabia que novidades estariam por vir, como sempre. Assim que terminei de vestir minhas luvas e colocar o meu gorro, no qual cobria o meu cabelo ruivo por completo, cacei em minha mochila o famoso HoloCaster para ligar no noticiário. Os simpáticos repórteres passavam as noticiais, explicando que o inverno seria um pouco mais rigoroso naquela época do ano e que novos Pokémon estariam caminhando mais comumente pelas ruas e rotas e, como sempre, alguns destes vinham de regiões distantes.

Como assim já são seis horas da tarde? O tempo voou e eu nem percebi. — pensei enquanto observava o relogio na parte superior do visor holográfico do HoloCaster. Guardei o aparelho em meu bolso de novo e voltei a caminhar, quem sabe eu encontrava algum Pokémon interessante?

A neve fina caia sobre a minha testa e isso me incomodava, mas eu tentaria não me incomodar com aquilo. A movimentação de outros treinadores na rota se tornara um pouco mais escassa, visto que a neve convidava-os a ficarem trancados dentro de suas casas ou se abrigarem no centro Pokémon mais próximo. Eu não iria deixar uma nevezinha atrapalhar a minha ida até a cidade de Spectre e, sendo assim, rumei em direção ao Dawn Resort. Era até engraçado pensar que eu estava indo para um Resort em plena neve e meu receio era que o local estivesse fechado, isso iria estragar todos os meus planos, pois o Resort tinha uma ligação marítima direta com a cidade de Spectre, cuja eu planejava utilizar para chegar na cidade de forma mais rápida.

Prossegui seguindo por um pequeno caminho tortuoso que expandia-se dentre as arvores, agora cobertas por uma fina camada gélida. Pude reparar que os Pokémon nativos daquela rota recuavam para dentro de suas tocas e, mesmo que eu estivesse procurando uma boa batalha, preferi deixá-los descasarem do mórbido frio.

A neve começava a engrossar e assim, aos poucos meus passos começavam a ficar mais pesados e o caminho parecia nunca terminar. Fiquei quase vinte minutos preso no mesmo trecho, mas naquele instante parecia que haviam se passado horas. Eu não era muito fã do frio — para ser sincero, eu odiava o frio com todas as minhas forças — e situações como aquela eram extremamente inconvenientes.

Era uma péssima hora para começar a nevar.

Route 32 | Inverno | 18:30

Apollo
Masculino
Mensagens : 524

http://aurille.forumeiros.com
Admin
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

á é í ó ú Á É Í Ó Ú

Mensagem por Apollo em Seg Dez 10, 2018 3:10 pm



Apollo Constanze


Além da neve, eu deveria me contentar com o fato de estar sozinho. Apesar de estar cogitando buscar a companhia de algum de meus Pokémon, ponderei que talvez eles não pudessem curtir o frio, então era melhor deixá-los dentro de suas respectivas e quentinhas Pokébolas. Demorei um pouco pra finalmente encontrar uma área onde a neve não havia encostado, na realidade, havia sim, mas parecia que algum carro havia passado por ali e levado toda a neve consigo.

Tempos como esse me lembrava as festas de fim de ano em casa, quando meus pais faziam questão de fazer um banquete enorme e convidavam não só os parentes, mas como amigos próximos da família. Sentávamos na mesa ao lado da lareira e geralmente eu me sentia deslocado naqueles assuntos tediosos, quando só queria sair e curtir um pouco a neve, mesmo não gostando do frio desde aquela época. Em Kalos o frio parecia ser menos rigoroso e, por isso, era um tanto quanto aceitável.

Eu acabava fazendo uma besteira pra fazer meu pai me botar de castigo em meu quarto, afinal era mais fácil fugir pela janela do meu quarto do que em pleno jantar.

Também lembrava das guloseimas que a mamãe fazia. Doces, comidas suculentas e fartas que davam para alimentar uma matilha de Houndours famintos. Naquele momento eu pude ouvir o ronco da minha barriga, fazia um tempinho que eu não havia comido nada e para a minha infelicidade eu não havia trazido nenhum lanche na mochila, então iria ter que esperar até o próximo centro Pokémon para comer alguma coisa. Inferno.

Minha mente estava tão distraída que não notei quando uma coisa fofinha cruzou o meu caminho. Esbarrei no pequeno ursinho felpudo que me olhava de forma não tão agradável. O pequenino tinha uma gotinha de ranho congelado escorrendo pelo seu nariz pequeno e, mesmo sendo nojento, era fofo. Puxei a Pokédex e apontei em diretriz da criatura, afim de recolher algumas informações ao seu respeito. O aparelho me informava que tratava-se de um Cubchoo, Pokémon de gelo originário da região de Unova.

O pequeno não parecia feliz em me ver ali e, como resposta, acabou abrindo sua pequena boca para disparar um vento gelado em minha direção. Alguns pedaços de gelo acabaram se formando por cima de meu casaco, nos quais eu tive que limpar. Não me parecia muito justo lutar com aquela criaturinha pequena, mas se era uma batalha que ela queria, seria uma batalha que ela iria ter.

Deslizei a palma direita até meu cinto, puxando de lá uma de minhas esferas vermelha e branca. Lancei-a no ar, materializando assim o meu maior companheiro: Pyroar. O felino liberava uma aura intimidadora e o calor emanado por sua juba derretia um pouco da neve em nossa volta. Sentindo todo aquele calor, meu corpo era tomado por uma vontade enorme de ficar abraçadinho com Léo para que ele me esquentasse do frio. O ursinho começava a chorar ao ver Pyroar.

— Eu sabia que seria injusto, mas... — disse. O ursinho continuava chorando. — Calma pequenino, se for assim eu não vou batalhar contra você, pode ficar calmo. — minhas palavras pareciam não adiantar de nada e na realidade, o seu choro parecia ficar ainda pior e mais agudo.

Pude ouvir passos pesados vindo em minha direção. Se fosse o que eu estava pensando, eu podia entrar em uma batalha emocionante a qualquer momento. Me afastei do pequeno ursinho, ficando atento aos meus arredores. Não demorou para que um urso enorme surgisse em meio a mata, rugindo em minha direção pensando que eu iria ficar intimidado: mas muito pelo contrário, o meu corpo era tomado por uma sede intensa de batalha.

— Vejo que sua mamãe chegou, ótimo! Vai ser um treino maravilhoso. — com a Pokédex de novo em minhas mãos, recolhi as informações do meu verdadeiro adversário; tratava-se de um Beartic, a forma evoluída de Cubchoo. — Léo, vamos esquentar as coisas! Um duplo Flamethrower no Beartic!

Abrindo sua boca, Pyroar liberava uma poderosa e intensa rajada de fogo que partia em direção de Beartic. As chamas incandescentes engoliam a pelugem esbranquiçada do urso em um piscar de olhos, lançando-o para trás com força. O urso acabava soltando um rugido abafado, sentindo o fogo queimar o seu corpo. Mesmo sendo um movimento poderoso, não havia sido o suficiente para derruba-lo, dando a oportunidade para que se levantasse. O urso abria sua boca, na qual começava a brilhar e soltar um vento gélido que criava um estilhaço de gelo, que logo era disparado em diretriz de Léo.

O leão não deixava que o estilhaço congelado chegasse perto de si, lançando mais uma vez as chamas vermelhas que derretiam o movimento do inimigo por completo e logo partiam em diretriz do urso mais uma vez. Beartic tentava desviar do movimento flamejante, mas sem sucesso, acabava sendo engolido mais uma vez.

— Não quero enrolações, termine isso rápido. Mais dois Flamethrowers devem bastar para derrubar eles. — ordenei.

O fogo mais uma vez se alastrou pelo ar, engolindo os dois ursos de forma intensa. Beartic utilizava o seu corpo para proteger o pequenino, que já havia desmaiado em seus braços devido o calor intenso. Eu me sentia um pouco cruel por estar fazendo aquilo, mas eu precisava treinar de alguma forma, certo?

Beartic estava muito preocupada com a sua cria e não conseguia encontrar uma abertura para atacar, então apenas deixou o fogo tomar conta de seu corpo mais uma vez. Exausta, a criatura gélida caiu de joelhos e foi então que eu havia decidido parar de atacar. Me aproximei do urso, apanhando em minha mochila duas Rawsts Berries e encostando minha mão esquerda em seu ombro.

— Pegue, vai melhorar os ferimentos das queimaduras. Dê uma pro seu filhote também. — entreguei as duas frutas azuladas para o urso. — Desculpe ter sido tão agressivo, mas eu também precisava me proteger. Não tenho planos em continuar atacando, não quero machucar você e o seu filho mais do que isso, afinal eu já ganhei a batalha de qualquer forma.

A ursa não parecia ter gostado de ter perdido, mas aceitava a derrota pelo bem de seu filhote. Ela apanhava as frutinhas com suas enormes patas, colocando uma dentro da boca de seu filhote desmaiado e engolindo a outra. Despedi-me de ambos e prossegui caminhando pela a rota montado em cima de Léo, tomando cuidado com a sua juba para que eu não me queimasse.

— Em rumo ao Dawn Resort, amigão. — disse.

Route 32 | Inverno | 18:45

Apollo
Masculino
Mensagens : 524

http://aurille.forumeiros.com
Admin
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI - Route 32

Mensagem por Z em Seg Dez 10, 2018 4:08 pm

Avaliação
Oi, irei avaliar você hoje!

⭕️ Organização
⭕️ Escrita
⭕️ Coerência
⭕️ Criatividade
⭕️ Construção

Pyroar ganhou três níveis e subiu ao nível 42!

TM NORMAL
Você achou uma TM Status a escolha!

Status: Pyroar está com o corpo arranhado dos ataques de gelo que sofreu.
Z
Mensagens : 462

Admin
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI - Route 32

Mensagem por Apollo em Qua Dez 12, 2018 9:47 pm



Apollo Constanze

Eu precisava chegar no Dawn Resort o quanto antes para ir chegar em Aspertia. Talvez, se os portões do Resort estivessem abertos, eu ainda poderia tomar uma deliciosa xícara de chocolate quente e esperar que a neve passasse um pouco dentro do estabelecimento. Eu sabia que o loca era convidativo para treinadores, principalmente por que o dono do local sabia que o seu resort era utilizado como rota para a cidade de Spectre.

Montar em Léo havia sido a melhor coisa que eu havia feito. O calor de sua juba permitia que a neve em nossa frente derretesse de forma quase instantânea e  eu me mantivesse quente, tanto que eu havia decidido tirar as roupas de frio — estava tão quente que eu poderia acabar me queimando. O nosso caminho em direção ao resort ficou muito mais rápido e aos poucos podíamos ver a silhueta do estabelecimento surgindo em nosso horizonte.

Mesmo que eu estivesse focado em chegar o mais rápido possível, nosso caminho foi interrompido abruptamente por uma horda de gatos de coloração bege que não pareciam nada felizes. Pyroar tentava desviar o caminho, mas quanto mais tentávamos, mais os gatos entravam em nossa frente.  

— Saiam do meu caminho, vocês são doidos pensando que podem ficar na minha frente. Não estão vendo meu Pyroar, ele acaba com vocês em poucos segundos. — disse, ameaçando-os. Mesmo assim, os gatos pareciam confiantes e não iriam sair do caminho sem uma batalha. Eu estava tentando entender o motivo daquele comportamento agressivo, mas não demorou para que eu entendesse.

Toda a neve que Pyroar estava derretendo estava alagando a rota e, infelizmente, havíamos inundados diversas tocas improvisadas — que possivelmente pertenciam àqueles felinos furiosos. Eu sabia que me desculpar não iria adiantar, mas eu estava atrasado demais para meus compromissos para parar e ajudar eles. Eu iria ter que forçar o caminho, já que eles não me deixariam passar de qualquer forma.

Um Meowth maior tomava a dianteira e, pelo que tudo indicava, seria meu oponente. Seus pelos rebeldes formavam um topete atrás de sua moeda dourada e uma cicatriz cortava pelo seu olho, fazendo com que o mesmo mantivesse-se fechado a todo momento. O felino adversário tomava o controle do combate, pulando agilmente em direção de Léo enquanto suas garras afiadas eram tomadas por um brilho escuro — Night Slash.

O corte sombrio atingia justamente o rosto do felino de fogo, empurrando-o para trás. Mesmo que o gato parecesse fraco e indefeso, ele sabia muito bem como combater. Resolvi descer das costas de Léo, para que não atrapalhasse-o no combate. — Não vamos ficar para trás, Crunch, agora!

Aproveitar aquele momento para utilizar um movimento recém aprendido de Léo era ótimo para que ele pudesse treinar. Meu companheiro logo apressou-se e correu em diretriz do gato menor, colocando as suas enormes presas afiadas no pescoço do felino e lançando-o para longe com sua poderosa mordida. O adversário acabava soltando um grunhido abafado ao ter seu corpo colidido com uma robusta árvore.

— Lembre-se que estamos com pressa, Léo. Estamos contra um único Meowth, então vamos terminar isso agora mesmo. Um duplo Flamethrower nele para que eles saibam que não devem se meter com Apollo Constanze! — vociferei.

Em um piscar de olhos o fogo se alastrou floresta adentro e as chamas engoliam a pelugem de coloração bege do felino. Os outros ficavam chocados com a cena, recuando aos poucos. O Meowth adversário urrava de dor enquanto sentia o seu corpo pegando fogo e, após uma breve pausa, Pyroar voltava a atacá-lo com o movimento flamejante. Não demorou para que a criatura caísse no chão, inconsciente e com seus pelos totalmente queimados. Seus amigos já estavam bem longe dali, deixei a ultima Rawst Berry que eu possuía ao lado do felino e subi em cima de Léo novamente.

— Lamento pelo que fiz nas suas tocas, mas nunca mais tente batalhar com alguém que você não é capaz de derrotar. — assim voltamos a correr, Léo era extremamente rápido e em poucos minutos, havíamos chegado nos portões do Dawn Resort.

Route 32 | Inverno | 19:20

Apollo
Masculino
Mensagens : 524

http://aurille.forumeiros.com
Admin
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI - Route 32

Mensagem por Z em Qui Dez 13, 2018 1:37 am

Avaliação
Oi, irei avaliar você hoje!

⭕️ Organização
⭕️ Escrita
⭕️ Coerência
⭕️ Criatividade
⭕️ Construção

Pyroar ganhou três níveis e subiu ao nível 45! Pyroar quer aprender Crunch. [42]

Você achou uma White Apricorn!

Status: Pyroar está ofegante.

Despojo Pendente.
Z
Mensagens : 462

Admin
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI - Route 32

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum